segunda-feira, 23 de agosto de 2010

A VOCAÇÃO LEIGA


O carisma da vocação leiga ocupa um lugar central na Igreja Católica, logo após o Concilio Vaticano II (ocorrido de 1962 a 1965), os leigos começaram ter uma função muito ativa dentro da Igreja, principalmente aqui no Brasil. A vocação leiga tem sua origem nos sacramentos do Batismo e da Crisma. Os leigos são aqueles que fazem do seu trabalho a liturgia diária e prolongam a Missa Dominical em todos os dias da semana. Todo ultimo Domingo ou quarto Domingo do mês de Agosto a Igreja lembra a vocação leiga e reza para que aqueles que estão engajados continuem firmes e fortes em sua missão e para aqueles que ainda não tem uma função pastoral possa encontrar sua missão pastoral e viva sua vocação com alegria, rumo a Vida Eterna.
Vejo que temos que dar valor aos leigos que estão engajados na Igreja e estarmos sempre em oração para que continuem perseverantes em sua vocação. Portanto, vejamos o testemunho da jovem Grazielle que com tanta disponibilidade partilhou conosco um pouco de sua vivência dentro da Igreja, como uma jovem leiga cristã.


Eu me chamo Grazielle de Fátima Duque da Costa e tenho 23 anos, sou batizada dentro da Igreja Católica, estudante de comércio exterior em uma faculdade estadual de SP e trabalho como auxiliar administrativo em uma empresa que atua no segmento de luminosos no mercado de fast-food. Faço parte de uma família católica apostólica romana, mas que como outras inúmeras famílias vão à missa somente aos domingos e acham que isso é o suficiente. Decorrente disso, senti dentro de mim uma falta grandiosa de algo que não sabia o que era, pois de principio tinha tudo o que uma menina de 15 anos precisava, família estruturada, bons amigos etc.. Mas isso não me bastava, daí resolvi após minha crisma ser catequista, onde permaneci por três anos, um aprendizado muito grande, mas isso ainda não me completava.
Até que 2006 fui convidada a participar de um retiro de formação de um grupo que se chamava MOVIMENTO JÁ. Ali pude perceber em todo o retiro que o que faltava era uma doação maior do meu tempo, da minha vida à Cristo. Foi amor à primeira vista o meu momento exclusivo com Jesus, onde entendi que todos sendo leigos ou não precisam enxergar sua vocação, seja ela qual for, e que nós leigos, precisamos fazer a nossa parte. E assim reescrevo um dos ensinamentos que Deus nos deixou, “para sermos” sal da terra e luz do mundo.” Só que fazer valer esse ensinamento aonde TODOS buscam o mesmo ideal é fácil. Agora ser sal e luz no mundo onde as pessoas querem ser açúcar por desejarem a vida doce sem as tribulações e a escuridão, pois nela não se enxerga nada, a sim é mais difícil. Hoje eu saio para quase todos os mesmo lugares que antes saia, mas, agora eu sou diferente no meio deste mundo que ainda não encontrou o verdadeiro amor, a verdadeira amizade, a paciência a lealdade e a dignidade. E depois deste meu sim a Deus como leiga, minha vida mudou radicalmente, não vou ser hipócrita em dizer que tudo virou mil maravilhas porque é exatamente o contrário, sofro tribulações todos os dias só que agora tenho discernimento de como agir, não entro em desespero porque sei que o tamanho da minha cruz é o que Jesus confiou a mim. Ele não me dará uma cruz maior do que eu posso suportar, lembrando do sofrimento que Ele passou na cruz por nós. E nós, estamos retribuindo com a mesma intensidade?
Então me disponho com todo amor e carinho a ser evangelizadora deste mesmo grupo que hoje, com a glória de Deus, está virando uma comunidade CAJA – Comunidade Aliança Jesus Agora, pois esse Jesus não pode ser de ontem e nem de amanhã ele precisa ser de AGORA para todos nós. Portanto, tenho a missão de evangelizar e pregar o seu evangelho não somente com palavras, mas testemunhando esse amor que me preencheu e me libertou de todo vazio que o mundo mascarava em preencher. E para finalizar escutei uma frase do Dunga (missionário da Comunidade Canção Nova), onde dizia: “Quem se expõe se compromete, quem se compromete amadurece e cresce naquilo que faz.” Então a partir do momento que você opta e se compromete pelo amor de Deus não precisa ser ordenado para vivenciar o amor de Deus e transmitir o quão maravilhoso são suas obras. Pois aquele que conheceis a verdade saberá que ela vos libertará.
Portanto, animados com esse grande testemunho, possamos viver com alegria e disponibilidade nossa vocação e nos entreguemos sempre nas mãos de Deus Pai, para que a vontade Dele seja feita em nossas vidas. Agradecemos a jovem Grazielle pela sua disponibilidade em partilhar conosco sua vivência dentro da Igreja.
Que Deus abençoe todos nós vocacionados (as).

http://santuariodocarmo.org.br/noticias/a-vocacao-leiga/


Por Ricardo

Um comentário:

  1. Eu que agradeço pela oportunidade de partilhar minha vivência em Cristo para vocês que sabem muito bem o que é isso diariamente. Fiquem na paz de nosso Senhor Jesus Cristo, e que Ele vos abençoe.
    Um grande abraço para meu amigo Ricardo.

    ResponderExcluir