segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Eucaristia, sustento para a vida



Todo ser vivo necessita de alimento. O cristão necessita da Eucaristia, que é o sustento e fortaleza de sua vida.
A instituição da Eucaristia já vem sendo preparada desde o Antigo Testamento, em diversas ocasiões, Deus alimenta o seu povo: o maná do deserto (Ex 16, 12-14), o pão do profeta (2Rs 4, 42-44) ou o pão de Elias (1Rs 19, 6-8). E no Novo Testamento, as duas multiplicações dos pães são uma preparação próxima para um novo pão que virá saciar a fome espiritual, este pão dá forças para viver eternamente.
Santo Agostinho dizia: “A Eucaristia é o pão de cada dia que se toma como remédio para nossa fraqueza de cada dia”.
O Bem Aventurado Luís Guanella (fundador das congregações religiosas dos Irmãos e Padres “Servos da Caridade” e das Irmãs “Filhas de Santa Maria da Providência”) também afirmara que “um dia sem eucaristia é como um dia sem sol”.
A Eucaristia é o alimento dos discípulos e missionários de Cristo. A Eucaristia “é a fonte e o ponto mais alto da vida cristã, sua expressão mais perfeita e o alimento da vida em comunhão”. (Documento de Aparecida, p. 82-83).
O catecismo da Igreja Católica diz que “a missa é ao mesmo tempo e inseparavelmente o memorial sacrificial no qual se perpetua o sacrifício da Cruz, e o banquete sagrado da comunhão ao corpo e o sangue do Senhor”. (1382).
Alberto Hurtado faz uma comparação muito válida sobre a relação da Eucaristia com a vida humana, afirmando: “Minha missa é minha vida e minha vida é uma missa prolongada”. Isso significa que além de alimento espiritual, a Eucaristia nos compromete para uma missão concreta dentro da vocação que escolhemos viver durante toda nossa vida neste mundo.
É importante ressaltar que em nossa sociedade há uma grande dificuldade das pessoas em compreender o mistério eucarístico, e o mais grave ainda, de acreditar que na Santa Eucaristia está presente Jesus Cristo, nosso redentor. (Eis um grande problema para a humanidade). Porém, devemos ter consciência de que só vemos Jesus na Eucaristia, com os olhos da fé, pois não é algo racional, mas brota de dentro do coração. Jesus já afirmara a Tomé: “Felizes aqueles que crêem sem ter visto (...). Não seja incrédulo, mas homem de fé”. (Jo 20, 28-29).
O teólogo Felipe Aquino afirma que “a Eucaristia vai nos ensinando a viver por Jesus, com Jesus, em Jesus e para Jesus”. Isso quer dizer, que nossa vida deve ser uma generosa entrega total a Jesus e ao seu plano de amor que Ele tem para cada um de nós. Não podemos ser cristão pela metade. Nossa vida deve ser doada inteira e totalmente. “Não tenhais medo. Quem buscar sua vida a perderá, e quem perder sua vida por causa de mim a encontrará”. (Mt 10,31;39).

Por Valdecir

Nenhum comentário:

Postar um comentário